Miley Cyrus é mundialmente reconhecida por protagonizar o seriado “Hannah Montana”, produzido pelo Disney Channel. Após quatro temporadas no ar (a quarta e última já está sendo exibida nos EUA), a atriz e cantora está se esforçando em fazer o público enxergá-la de modo diferente.

Em junho deste ano, Cyrus lançou seu terceiro álbum, chamado “Can’t Be Tamed”. A faixa título serviu como primeira música de trabalho, e a ex-princesa disneyana já deixou evidente na canção e no clipe que não quer mais ser vista como uma adolescente.

O princípio se repete no segundo single, chamado “Who Owns My Heart”. Inicialmente, a canção foi lançada apenas na Austrália e na Europa. Entre os países do velho mundo, foi a Bélgica quem melhor recepcionou a música, já que “Who Owns My Heart” pegou a medalha de prata entre os singles mais vendidos dali.

Cyrus co-escreveu a letra de “Who Owns My Heart”, e descreveu a música como “totalmente dançante”. O tema da canção tem a ver com os sentimentos falsos que podem sentir quando alguém sai para curtir uma balada. Explicando a ideia, Miley disse:

“Se você sai por aí, dançando na balada, irá sentir toda aquela vibração (…) Mas será que você está gostando da pessoa com quem está dançando, ou gosta da sensação causada pelo ambiente?”

Comparando com o predecessor “Can’t Be Tamed”,  a nova música de trabalho é bem mais atrativa. O ritmo dance pop, voltado para o estilo club, somado a um refrão fácil de lembrar,  oferece a “Who Owns My Heart” uma boa chance de ser um single de sucesso.

Ouvir: Miley Cyrus – Who Owns My Heart

Anúncios