Se você acompanhava as rádios e a MTV lá em 2002, é possível que se lembre muito bem de “Dilemma”, faixa que consagrou o cantor Nelly em áreas fora dos EUA. A música era um dueto com Kelly Rowland,  ex-Destiny Child, e tocava repetidamente nas emissoras radiofônicas, além de ser um dos temas preferidos de camelôs em áreas urbanas.

Particularmente, achava difícil que Nelly pudesse lançar outro hit single que chegasse ao mesmo nível de popularidade que “Dilemma”. Entretanto, fui surpreendido pela nova canção “Just A Dream”, primeira música de trabalho de Nelly 5.0, seu mais recente CD.

O interessante nesta música é que seu estilo não é o black usual das canções típicas de Nelly. A faixa é construída principalmente sobre um riff de guitarra acompanhado de batidas eletrônicas, numa sonoridade bem pop. Este, aliás, foi o objetivo de Nelly. Sobre a composição de “Just A Dream”, ele disse:

“Eu creio que a maioria dos fãs de pop já estarão cantando ‘Just A Dream’ mesmo antes de ela terminar, e vão querer ouvi-la de novo (…) É uma música com a qual todos poderão se relacionar – ricos, pobres, negros, brancos, crianças, adultos – não importa quem”.

Comercialmente falando, a música é um sucesso. Nos EUA, alcançou a posição 3 da Billboard Hot 100 (principal parada de música norteamericana). Em nosso país, a faixa está aos poucos galgando as posições. Na semana passada, “Just A Dream” apareceu na 34ª posição da Brazil Hot 100.

Ouvir: Nelly – Just A Dream